Seria Batman v Superman um fan film?

Man of Steel director Zack Snyder

Depois de quase três anos de espera e muitos trailers desnecessários, finalmente estreia Batman v Superman, o embate entre dois ícones dos quadrinhos, construídos no imaginário popular através de diversos produtos de outras mídias – entre elas desenhos, jogos e em mesmo outras adaptações cinematográficas. Tudo isso culmina em um filme controverso, com críticas majoritariamente negativas e com a sensação de mau gosto na boca de uma parcela do público, fã ou não dos personagens. Em uma época na qual filmes de heróis conseguem, em sua maioria, agradar boa parte da crítica e do seu público, arrecadando as maiores bilheterias da última década, como um filme desse escalão consegue fracassar tanto numa batalha que, sinceramente, já estava ganha desde o começo? Pois, afinal, quem não quer ver Batman VS Superman?

Tendo visto o filme, é relativamente fácil perceber o que deu errado, com falhas estruturais de roteiro óbvias, um mesclado de cenas, que mais parece juntar vários filmes num só com uma edição preguiçosa, e motivações pessoais duvidosas e incoerentes. E isso leva a um dos grandes problema do filme: Não há como comprar o conflito entre o Batman e o Superman. Não há um setup interessante (ou ao menos compreensível), um conflito ideológico ou qualquer motivação justificável para um ter tamanho ódio pelo outro, ao ponto em que gere o V do filme. De fato, o conflito acontece por uma total descaracterização dos personagens. O Superman questiona os métodos do Batman, que segundo ele estariam acima da lei, mas isso é exatamente a posição que o próprio se encontra. Batman, por outro lado, tenta julgar o Superman não por suas ações, mas o que ele desencadeou. Ele virou um herói mundial, certo, mas e toda aquela destruição de Metrópolis em Man of Steel? O que era obviamente uma característica estética, e talvez fetichista do diretor Zack Snyder, agora é uma questão moral à ser discutida. Superman é uma ameaça pelo simples fato de ter o poder para tamanha destruição, e não se ele tem motivação para isso. É claro como toda essa questão, discutida por boa parte do filme, é a única justificativa plausível que conseguiram para o Batman odiar o Superman num curto período de tempo, sem precisarem de um filme solo do mesmo. Ou seja, nenhum dos lados realmente tem uma motivação convincente, nem interagem durante o filme de forma que essas motivações sejam justificadas. O filme se preocupa tanto em colocar elementos de subtramas para filmes futuros, que é quase como se o conflito nesse filme acontecesse de forma automática, como se o fato dos dois ocuparem o mesmo universo fosse um motivo plausível para eles caírem na porrada. E talvez fosse, se o Superman apresentado fosse um contraste evidente ao Batman, alguém que remetesse ao personagem colorido representado pelo ator Christopher Reeve nos filmes passados, em contraste com um Batman velho e carrancudo, que agora não tem dificuldade em agir de forma ultra fascista e com códigos morais duvidosos. Mas é claro que nenhuma dessas questões é sequer discutida no filme, que pouca se importa em criar divisões ideológicas, e sim uma pasta, mostrando um curto vídeo de cada herói futuro da Liga da Justiça, curiosamente montada por Lex Luthor – a qual inclusive se preocupou em criar uma logo para cada um deles.

Você sangra? Você vai, até dizer o nome da sua mãe, coincidentemente o mesmo da minha.

Você sangra? Você vai, até dizer o nome da sua mãe, coincidentemente o mesmo da minha.

Ignorando o fato de que esse filme era, claramente, uma continuação de Man of Steel, e de última hora encaixaram outras tramas no meio, o elemento que talvez tenha me incomodado mais nessa tentativa de filme foi a estética. Batman v Superman foi feito em cima de histórias consagradas nas HQs, como Dark Knight Returns e The Death of Superman, e isso é evidenciado em várias referências visuais. E a questão é que talvez isso seja o maior problema do filme. Não só o filme tentou ser vários filmes, mas ao mesmo tempo também tentou ser várias histórias do Superman e do Batman. Ele tentou compilar tudo que vimos nos últimos anos de icônico dessas personagens não de uma forma narrativamente coerente, mas sim de forma que os fãs reconhecessem aquilo por elementos estéticos. O filme, quando não tenta ser uma alegoria esdrúxula do mito de Jesus,  parece mais um filme feito por um grupo de fãs que só queriam ver aqueles momentos consagrados na grande tela. Snyder é assumidamente um fã dos quadrinhos e sua cinematografia sempre teve um apelo visual, logo não é uma surpresa que o filme se apresente como uma mistura das duas coisas. Um fanservice descarado que agrada os fãs mais assíduos, na melhor das hipóteses, que esperaram anos por isso, mas que falha num nível básico. Não é um filme ruim do Batman v Superman. É essencialmente um filme ruim por padrões básicos de uma narrativa cinematográfica.

darkknightreturnsbvs

Fanart by Zack Snyder.

O espetáculo que o filme promete ser ao promover a batalha entre esses heróis, o suposto dia versus noite – numa construção de personagem desajeitada e monotonia -, se remete mais a um noite clara versus noite escura e é desprovida de investimento emocional, além de ser um evento totalmente secundário no filme. É quase como se alguém quisesse usar aquela sequência do duelo em DKR, na qual o conflito entre os dois personagens é construído de uma forma clara e concisa, para que criasse uma relação frívola com os quadrinhos, de maneira quase masturbatória nessa necessidade de agradar o fã interior. Snyder não é um contador de histórias, um storytelling. Ele é o fã que imagina a cena na sua cabeça após ler os quadrinhos e tenta reproduzir aquilo da forma mais bagunçada possível. Talvez o Luthor, aqui caracterizado como um gênio histriônico e compulsivo, seja um retrato do seu próprio diretor. Alguém que não consegue conter o seu lado fanático para si próprio e tentar fazer daquilo um grande espetáculo. O plano de Luthor pode não fazer sentido no filme, mas se justifica nessa metalinguagem absurda que acaba sendo a real razão para trama do filme acontecer.

Você sabe a maior mentira da América? Que fãs fazem bons filmes.

Você sabe a maior mentira da América? Que fãs fazem bons filmes.

Advertisements

One thought on “Seria Batman v Superman um fan film?

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s